Tuesday, May 16, 2017

O que há de bom
puro
e verdadeiro
São alegrias diárias
Que aquecem
sem grandes roteiros

Thursday, April 27, 2017



Nessa madrugada em que o frio se aproxima
e que acordei de um sonho, embora ainda me sinta nele
Uma xícara de chá
Jogou mais charme
Que uma taça de vinho
e me seduziu.
Me deixei seduzir.

Falando no sonho,
Triste é
quando acontece aquele encontro
E se acorda...
Instante indesejado.
Havia varanda
Havia saudade
Havia diálogo.
(e era Bahia.)

Chego até a sorrir
Mas também sinto aflição
Vem e sopra a poeira da lembrança
e o amor fica visível
No meu coração.

Pego a embarcação do afeto
E navego livre
No rio da recordação.




Friday, February 24, 2017

Me diz ame. Me desarma.




Quem foi que disse
que estavas pecando
em deixar o calor
tomar conta dos panos?

Quem foi que moldou essa culpa?
Que disse que é tudo ternura...
Tem hora que é brasa
Tem hora que é brutal
Tem hora que arrasa.

Porém,
E aí eu escuto bem latente
Tem hora que é frágil
Que é tenso
E que é mistério pra gente.

E aí,
O sentimento fica evidente,
A alma sente
E a vida decora,
um sorriso n'a gente.

Caminhando,
totalmente aprendiz.
Enxergando, não tão claramente
O que o florescer
nos diz:
ame!
nos desarme.
Se apaixone.


Thursday, February 23, 2017

metAMORfosse





Se amor fosse meta
Se meta amor fosse
Se fosse foice,
me contaria
talvez

Foi-se ou fincou-se?
Me questiono
Mas sigo sentindo
Que de certa forma
Esse amor
me serve de abrigo.